O CONCEITO " dois e meio " !

 

 

      Por trás desse novo modelo, está a crença de que muitos dos problemas socioeconômicos atuais persistem devido a uma interpretação e atuação limitada tanto dos governos e suas burocracias, como do terceiro setor e seu vícios.

   O modelo dos negócios sociais vem para quebrar esse atual paradigma e mostrar que é possível utilizar o modelo eficiente de gestão das empresas privadas (que pertencem ao Segundo Setor) para gerar impacto social (missão do Terceiro Setor), e assim criar o Setor dois e meio , composto pelas Empresas Sociais.

 

    " Uma empresa não precisa ter como fim único a maximização dos lucros: ela pode sim ser lucrativa, mas ter como princípio um foco social e atender efetivamente demandas imediatas e necessárias por meio de serviços e/ou produtos focados na expansão de oportunidades para a população de baixa renda que necessitam de um serviço que os outros setores não conseguem atender adequadamente "

 

     O que é um Negócio Social ?

 

     São Empresas Sociais cuja organização e missão é explícitamente de transformação social e que para isso adota estratégias de negócios geradoras de renda como principal veículo para atingir seu propósito social, impactando diretamente a vida de pessoas e populações que não são beneficiadas adequadamente por outras ações dos setores públicos, privados ou do terceiro setor.

      A Empresa Social pode assumir um modelo de atuação com ou sem finalidade lucrativa  e sua autonomia financeira é dada pela atividade-fim da empresa que são ações de impacto social imediato.

 

 

    Maiores informações sobre o setor dois e meio encontre aqui: